Lifestyle & Decoração

Tempos de isolamento: filosofia para momentos difíceis

Como correntes filosóficas podem nos ajudar a atravessar o momento atual e contribuir para a construção do mundo pós-pandemia.

Uma grande crise mundial, como a pandemia do novo coronavírus, impõe diversas mudanças ao comportamento das pessoas e da sociedade como um todo, além de nos fazer pensar. Quando a pandemia vai acabar? Como resistiremos a ela? Qual será o “novo normal”? Como vamos nos adaptar a essa nova forma de viver?

Essas perguntas se tornaram comuns nas conversas e pensamentos de muita gente. Perguntar-se sobre a vida e a sociedade é, desde a antiguidade, o que fazem os filósofos. Então o que a filosofia pode nos ensinar neste momento?

As adversidades e o pensamento estoico

Uma das escolas filosóficas que mais nos ensinam a lidar com situações adversas é o estoicismo. Essa corrente de pensamento surgiu no início do século III a.C. e é caracterizado, entre outras questões, por pensar sobre o mundo e o ser humano em momentos de crise. De acordo com os estoicos, a crise mostra quem as pessoas realmente são.

O estoicismo continuou bastante vivo durante o Império Romano, tendo como um de seus principais nomes o imperador Marco Aurélio, cuja obra “Meditações” ajudou a propagar esse pensamento no mundo ocidental. Para Marco Aurélio, que usou da filosofia estoica em sua vida como imperador, era preciso preparar-se com calma e autocontrole para lidar com atitudes negativas das pessoas, como ingratidão, arrogância e inveja.

Em situações de crise é comum que nos deparemos com emoções negativas, a exemplo da raiva, do medo e da ansiedade. Para o estoicismo, esses sentimentos são destrutivos e, por isso, a racionalidade surge como caminho mais adequado para tomarmos decisões e conduzirmos nossa vida.

O estudo da natureza é outro ponto fundamental dessa corrente filosófica, pois, ao entender como as coisas funcionam no mundo, temos a tendência de encarar momentos adversos com mais tranquilidade, uma vez que compreendemos que nem tudo está sob nosso controle. Dessa forma, o pensamento estoico nos ajuda a passar por adversidades e momentos de crise como este. A chave está em compreender que existem acontecimentos que estão fora do nosso controle, e que devemos buscar a racionalidade para encontrar felicidade mesmo em situações desafiadoras.

O existencialismo no mundo pós-pandemia

Corrente mais recente, dos séculos XIX e XX, o existencialismo se faz a partir do cotidiano das pessoas. O filósofo Jean-Paul Sartre, um dos maiores expoentes desse pensamento, diz que não há essência, mas que o sentido da vida ocorre nas ações de cada pessoa. Estar em isolamento, portanto, pode nos fazer pensar mais sobre nossas ações e como conduzimos nossas vidas: quais as minhas prioridades? Tenho me dedicado a atividades que me fazem bem? Qual o espaço do estresse e dos sentimentos negativos na minha vida?

Tantos questionamentos talvez possam nos fazer compreender questões fundamentais da nossa vida para então mudar de comportamento no mundo pós-pandemia. Afinal, o que desejamos é ajudar a construir uma sociedade melhor.

Que tal uma boa leitura?

Para a MPD, cultivar bons hábitos são essenciais para passar por momentos adversos e superar dificuldades. Então que tal buscar inspiração na filosofia neste tempo de isolamento? Se quiser conhecer um pouco mais sobre o pensamento estóico, uma dica é começar pela obra “Meditações”, do próprio imperador Marco Aurélio. Boa leitura!

Posts Relacionados
Lifestyle & Decoração

Poltrona Mole: conheça o conforto esparramado dessa peça icônica do design

Lifestyle & Decoração

Poltrona Bowl: vanguarda e irreverência nesta peça icônica de Lina Bo Bardi

Lifestyle & Decoração

O design e as curvas de Oscar Niemeyer

Lifestyle & Decoração

Saiba onde praticar esportes em Alphaville

FIQUE POR DENTRO DAS NOTÍCIAS DA MPD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *